Babyoga na margem sul

Há 3 anos que me mudei de “armas e bagagens” para a margem sul.

Quando foi a altura de decidir onde construir um lar não hesitei em optar pelo cheiro a maresia, as sombras dos pinheiros nos piqueniques à tardinha, o pôr do sol sobre o mar, as caminhadas matinais com as ondas a baterem-me nos tornozelos e a areia molhada a escapar-se entre os dedos livres dos pés…

Há ainda no entanto alguns senãos em morar na margem sul, um dos principais para mim é o facto de ser obrigada a rumar à capital para ir fazer uma série de coisas porque simplesmente não existem na margem sul! O que se torna no mínimo desagradável pois se escolhi morar aqui é porque quero reduzir ao máximo a necessidade de ir a Lisboa fazer o que quer que seja. Adoro a cidade mas quero que cada vez mais sirva para passeio, para ir beber um copo à noite, para ir a um concerto, ver uma peça de teatro especial, visitar um museu, jantar naquele restaurante que adoro, ir a uma loja particular, enfim ir a la turista mesmo.

No ínicio do ano fui mãe. A 3 de Janeiro o Lucas veio conhecer o mundo fora da barriga da mãe. Depois das primeiras semanas de habituação à vida a 3 cá por casa e do Lucas também estar já mais ambientado ao mundo cá fora, comecei à procura de locais para frequentarmos aulas de Babyoga enquanto estava de licença de maternidade. Tinham-me falado do Babyoga no final da gravidez e estava ansiosa para que pudessemos experimentar.

Depois de uma breve pesquisa na internet fiquei logo a perceber que na margem sul era pouco provável que fosse ter sorte… ainda encontrei um sítio que dizem ter aulas de yoga para bebés e lá fui informar-me antes de inscrever-me nas aulas em Lisboa. Uma desilusão, claro. Tinham aulas, mas não tinham, havia uma aula daqui a 3 semanas prevista, depois disso era uma incógnita quando voltariam a ser marcadas aulas, bla, bla, bla. Pronto, desisti e marquei as aulas de Babyoga em Lisboa que passámos a ir primeiro todas as 2ª à tarde e depois de ter começado a trabalhar passámos a ir aos Sábados.

Eu e o Lucas ficamos apaixonados pelo Babyoga. Cada nova aula mais ele desfrutava dos exercícios, das músicas, do carinho que eu lhe transmitia, do contacto com os outros bebés. Fiquei tão apaixonada que tirei a formação para poder dar também aulas e trazer o Babyoga para a margem sul. Esta é agora a minha nova missão, partilhar a minha nova paixão com aqueles que moram na margem sul e querem ter o máximo de tempo disponível, tal como eu, para estar com os seus filhos, com a sua família.

Quem estiver interessado em experimentar uma aula, em ter esta nova actividade ou um workshop nos seus centros de pré-parto, ginásios, colégios, ou levar os seus convidados de uma festa de aniversário, casamento, ou outro evento a usufruir desta actividade de afectos e estímulos para o desenvolvimento psicomotor, afectivo e emocional dos bebés, contactem-me: babyogarmargemsul@gmail.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s